O medicamento Afinitor (Everolímus) obteve autorização para ser utilizado em meio hospitalar na indicação:

Cancro da mama avançado positivo para recetores hormonais: Afinitor está indicado no tratamento de mulheres pós-menopáusicas com cancro da mama avançado positivo para recetores hormonais, HER 2/neu negativo, em associação com exemestano sem doença visceral sintomática na sequência de recorrência ou progressão após um inibidor da aromatase não esteroide.

De acordo com a avaliação farmacoterapêutica, o medicamento Afinitor (everolímus), na população restrita de doentes com CMA demonstrou uma relação risco-benefício positiva, com uma eficácia discreta, mas considerada positiva nestes doentes. Foi demonstrado que existe discreto valor terapêutico acrescentado (VTA) quando comparado com fulvestrant, no parâmetro mais relevante – tempo até progressão (PFS).

Na avaliação económica, os valores custo-efetividade incrementais associados à introdução do medicamento Afinitor (everolímus) no arsenal terapêutico, assim como os resultados do impacto orçamental, foram considerados aceitáveis, depois de negociadas condições para utilização pelos hospitais e entidades do SNS, tendo em atenção as caraterísticas especificadas do medicamento e da doença em causa.

Pode aceder ao relatório de avaliação aqui

Posted on the Infarmed website on 17 April 2018