O medicamento Prevymis (Letermovir) obteve autorização para ser utilizado em meio hospitalar na indicação:

  • Profilaxia da reativação da doença por citomegalovírus (CMV) em adultos CMV-positivos submetidos a transplante alogénico de células estaminais hematopoiéticas (TCEH).

Concluiu-se que o letermovir demonstrou valor terapêutico não quantificável na profilaxia da reativação da doença por CMV em adultos CMV positivos submetidos a TCEH.

Na avaliação económica, os resultados associados à introdução do medicamento Prevymis no arsenal terapêutico, sobretudo os resultados do impacto orçamental, foram considerados aceitáveis, depois de negociadas condições para utilização pelos hospitais e entidades do Serviço Naciobal de Saúde, tendo em atenção as características específicas do medicamento e da doença em causa.

Pode aceder a este e a outros relatórios na página Relatórios de avaliação.

Posted on the Infarmed website on 10 January 2020