O medicamento Ongentys (opicapona) obteve autorização de comparticipação como terapêutica adjuvante de preparações de levodopa/inibidores da DOPA descarboxilase (DDCI), em doentes adultos com doença de Parkinson e flutuações motoras de fim-de-dose cuja estabilização não é possível com aquelas combinações.

A avaliação do medicamento Ongentys concluiu que existe sugestão de valor terapêutico acrescentado da opicapona em relação à entacapona uma vez que, numa comparação indireta, a opicapona foi superior à entacapona em relação ao outcome “variação absoluta do tempo em ON”. Na avaliação económica, os valores custo-efetividade associados à introdução do medicamento Ongentys no arsenal terapêutico, assim como os resultados do impacto orçamental, foram considerados aceitáveis, depois de negociadas condições de comparticipação, tendo em atenção as características especificadas do medicamento e da doença em causa.

Pode aceder ao relatório na página Relatórios de avaliação.

Posted on the Infarmed website on 5 September 2018